Terça-feira, 9 de Janeiro de 2007

Obras II

O segundo dia de obras, começou tb às 8 horas e qualquer coisa, sim eu cheguei um pouco atrasada para abrir a porta aos mestres, mas levantei-me cedo, o tempo é que voou...

Continuou-se a retirar as madeiras do soalho e continuou tb o garimpo, encontrei  2 berlindes, o Victor 1 e o sr . Bento 1 moeda de 50 centavos de 1927 e 1 chave pequenina e bem bonitinha, ao que a minha irmã começou a gozar-nos dizendo " o mais difícil já encontraram, que é a chave, agora o maior, que é o baú , é muito mais fácil ..." , encontramos na parede de um dos quartos um antigo nicho, que inicialmente deve ter sido uma porta de comunicação entre a minha casa e a casa contigua, que estava entulhado e que eu convencia o mestre Bento, que é carpinteiro, a trabalhar de pedreiro e desentulhar o meu querido nicho, tem os aros em pedra e é bem grande, de largura tem 1.38m , de altura tem mais de 2m e de profundidade tem 48cm ,  ainda tinha o fundo da parede forrado com madeira, que quando se retirou encontrou-se a parede de blocos do vizinho. No quarto ao lado deste há um grande roupeiro, que esteve a ser desmantelado, não assisti a isto, pk naquele quarto passa os tubos do ar condicionado, que iam para o rés-do-chão, e que os mestres cortaram pois tinham que tirar as tábuas do chão e começou a sair um gás, que não tinha fim, então eles foram lá baixo e cortaram os ditos tubos tb em baixo para o gás sair mais rápido,  as portas do rés-do-chão tiveram que ficar abertas para aquilo sair e eu tive k ir para o carro, vigiar, não fosse os larápios aliviar alguma coisa no entretanto, então fui para o carro fazer os meus bordados, estive lá um bom bocado e ia observando as pessoas que passavam todas a bisbilhotar as obras até paravam, fossem novas ou velhas eram todas curiosas, quando me fartei fui lá dentro e o Victor disse-me que já tinham encontrado o baú, não acreditei e disse k ele estava no gozo, e ele que era verdade pois tinha encontrado mesmo, só k estava era cheio de roupa e era da vizinha, "Oh não... vocês tiraram as madeiras do fundo do roupeiro!!!???  Estão a brincar comigo? " Eles que era verdade e contaram que pensavam que aquele era como o anterior que tivesse forrado a madeira por tás , mas afinal quando retiraram uma tábua viram outra tábua k tb tentaram tirar fazendo um buraco pois estava bem agarrada, depois do buraco feito vêem roupa dependurada, eram casacos saias calças ...era mas era o roupeiro da vizinha. Ai meu Deus disse eu para eles a mulher vai chamar a policia, como o sr . bento a conhece perguntei dando as indicações de uma mais curiosa k tinha estado a observar as obras com mais atenção ao k ele respondeu k era mesmo essa, e eu disse k ela tinha passado por ali, quando eu estava no carro, às uns 10 minutos ao que ele respondeu muito prontamente, " 10 minutos então não chama policia nenhuma , pk nós fizemos isto à uns 20 minutos e o barulho foi tanto k se estivesse alguém em casa tinha dado logo por isso..." antes de ir ver o estado do fundo do roupeiro, fui fechar as portas do rés do chão, e não é que vem para cima um carro da policia???????? Por sorte tinha sido só coincidência nada mais, lá fui ver o que se passava, e não é que eles tinham colocado a tábua do fundo muito bem colocadinha e encaixada entre as outras, que quase não se notava nada!!! E o mestre Bento disse " enquanto a vizinha não tirar o casaco grande que está na frente do buraco não há crise."  Bem espero que não faça mais frio durante muito e muito tempo e que a vizinha não seja uma pessoa com a mania das limpezas e dos arejamentos , como certas pessoas que colocam os casacos ao sol para desinfectar com os raios ultravioletas

O balanço do segundo dia de pesquisa saldou-se em 3 berlindes, 1 moedinha antiga e uma chave sabe-se lá de onde, mas tb em várias mesinhas mt antigas, mas fica para um novo post

 

publicado por saoloira às 22:43
link do post | comentar | favorito

Brigadeiro de colher com licor de cacau e nozes

Uma lata de leite condensado, 1 colher de manteiga sem sal, 1 colher de chocolate em pó. Leva ao fogo brando, mexe até soltar da panela. Nuns copinhos baixos, coloca-se um pouco de licor só pra dar uma envolvida no fundo do copo - é só uma surpresinha no final, depois coloca-se o creme, salpica com chocolate em pó e coroa-se com nozes. Vai ao frigorifico por 2 horas.
Outras possibilidades: Pode variar o sabor do licor e a cobertura pode ser de cereja com um pouco de calda, ou quem sabe um pouco de doce ou geleia  de frutas silvestres...

publicado por saoloira às 22:22
link do post | comentar | favorito

Tarte de Maçã Americana

Torta de Maçã Americana

Massa:
2chávenas de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de açúcar
1/2 chávena de margarina, em pedaços
3 colheres (sopa) de margarina ou manteiga, gelada e picada
6 colheres (sopa) de água gelada

No processador, usando a lâmina, misture tudo (menos a água), ligando e desligando o motor até a massa ficar com pequenos pedaços. Com o motor ligado, adicione a água pelo tubo. Processe até que a massa solte dos lados da tigela. Retire e divida a massa em duas partes iguais. Em uma superfície polvilhada com farinha abra metade da massa formando um círculo. Forre o fundo e os lados de uma forma de tarte de 22 cm de diâmetro com a massa. Faça o mesmo com a massa restante para cobrir a tarte depois de colocado o recheio.


Pré-aqueça o forno na temperatura média-alta.

Recheio:
5 maçãs médias, sem casca e cortadas em fatias finas
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
sumo de 2 limões pequenos
1 pitada de noz-moscada
1 chávena de açúcar misturado com canela

Depois de fatiar as maçãs, cubra-as com o sumo de limão. À parte, misture a farinha, a noz-moscada e o açúcar já misturado com a canela. Jogue sobre as maçãs, misturando bem. Distribua as maçãs sobre a massa, fazendo um “pico” no centro. Se quiser, espalhe pedacinhos de manteiga sobre as maçãs. Cubra com a massa restante, selando as bordas. Pincele com um ovo ligeiramente batido e faça vários furos na massa para que o vapor saia. Asse por 20 minutos. Baixe a temperatura do forno para Média e asse por mais 20 ou 25 minutos. A massa deve dourar e o recheio deve estar borbulhando.

publicado por saoloira às 22:17
link do post | comentar | favorito
Domingo, 7 de Janeiro de 2007

crème anglaise

500 ml de leite, 1 vagem de baunilha cortada no sentido longitudinal, 6 gemas e 75 g de açúcar. Prepare assim: Ferva o leite com a baunilha. Bata muito bem as gemas com o açúcar até a mistura crescer e ficar branca. Junte o leite e leve ao lume baixo para cozinhar, sem deixar ferver. Espere arrefecer antes de servir, ou colocar na massa da tarte.

Nota: Creme delicioso, para tarte de frutas frescas

publicado por saoloira às 22:24
link do post | comentar | favorito

Suflê de Chocolate

170g de chocolate meio-amargo
140ml de natas

5 gemas
5 claras
2 colheres (sopa) de conhaque
3 colheres (sopa) de açúcar
Açúcar para polvilhar a tigela
Açúcar de confeiteiro para polvilhar o suflê

Modo de Preparar

Derreta o chocolate com as natas em lume baixo. Acrescente as gemas, uma a uma, misturando bem. Acrescente o conhaque e reserve. Bata as claras em neve e acrescente o açúcar. Junte o chocolate com as claras, misturando delicadamente. Coloque a mistura numa fôrma para suflê, untada e polvilhada com açúcar. Asse em forno médio, pré-aquecido, por aproximadamente 10 minutos. Polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva imediatamente.

publicado por saoloira às 22:12
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Janeiro de 2007

Obras 1

Dia 3 de Janeiro de 2007, 8 da matina à porta da casa, dentro do carro, claro, à espera dos mestres ( da construção) para iniciar a destruição da rica casinha, que já foi de conde e será da princesa Sissi , LOL .8 h 15 minutos, os gajos não aparecem, não tinha o número de tm do chefe deles, por isso ligo para o cunhado ( Elmiro ), que me diz que não sabe para onde ele foi com o  mestre Bento e o servente, bem, fico um pouco triste será k o sr Vicente se esqueceu da minha obra??!!!! o Elmiro  diz que a única coisa k sabe é k eles saíram com uns pés-de-cabra .. Pés-de-cabra YESSS , digo à minha mãe, eles vêem para cá ..lembraram-se , ainda estava a vibrar de contente, quando o sr . Vicente se aproximou do carro com o mestre Bento e o Victor ( este eu não conhecia). Depois dos cumprimentos, pois o mestre Bento já tinha trabalhado connosco, começamos logo a trabalhar, a minha mãe foi á quinta e eu fiquei nas minhas obras toda contente, para mim estar a tratar das minhas obras é tão fixe como fazer uma extracção em que tudo corre bem...Começamos por retirar a madeira do Wall , os corrimões e o sr . Bento diz logo " Sãozinha este lugar ai é óptimo para ter umas moedas antigas."  " Já estou à cata delas mas ainda não encontrei nada", disse eu para ele, um pouco desanimada,  o Sr. Bento vai até ao sitio onde eu estou, assim estilo daqueles arqueólogos , à cata de cacos, e diz  "uma, duas , três ..." e diz-me "quanto dás pelas moedas que tenho aqui?"  e eu digo que ele tem é pedras, pois estive ali a catar e não encontrei nada, ele abre a mão e  TCHAN, tinha três moedas. À primeira vista antigas, não tínhamos electricidade lá dentro, depois de bem vistas uma era de 100 escudos de 1990, as outras estavam tão negras, que só se percebeu o que eram quanto fomos para a porta da rua eram de 20 escudos a data é k ainda não sei, pois elas tem que ser escovadas, o Victor encontrou uma moeda de 2.50 escudos colada num papel no porta cartas, que tinha lá caído de podre. Com tantos achados fiquei entusiasmada, em catar com mais afinco, pois o sr Bento dizia que uma casa daquelas tinha que ter moedas naquela terra... Então eu dentro de umas calças de ganga que estava a matar-me do aperto na barriga quando ficava de cócoras a vasculhar a terra, e nada das benditas moedas aparecerem, o que me apareceu foi um pedaço de madeira que fez ricochete e acertou-me na cabeça... então estava o sr. Bento a uns 2/3 m de mim um pedacinho de madeira saltou dum alisar k ele estava a despregar e voou para a minha cabeça, quando levei a mão ao galo tinha sangue, fiquei aflita pois a minha bolsa estava no carro e era lá que tinha lenço para estancar o sangue, mas o mestre Bento arranjou um dele limpinho e branquinho e pronto depois de lhe dizer mil vezes que estava bem e de convencer o Vasco pelo telefone que não tinha feito nem traumatismo craniano, responder a um inquérito do Vasco para ele ficar tranquilo que eu estava consistente no tempo e no espaço, continuei as minhas pesquisas infrutíferas, e assim se chegou ao fim do 1º dia de obras com 3 moedas sem  grande valor, e um galo que cantou bem, mas a esperança é a última a morrer..e a saga continua...eheheh

publicado por saoloira às 20:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. LICOR DE VINHO

. ARROZ DE LAPAS

. OVOS VERDES II

. OVOS VERDES

. STROGONOFF

. PATÉ NO PÃO

. Bom 2015

. 2 DOS MEUS AMORES

. ANÍS CASEIRO

. DOCE DE MIRTILO

.arquivos

. Outubro 2016

. Janeiro 2016

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Setembro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds